Obesidade no Brasil

A obesidade é doença que mais cresce no Brasil

Conhecida por ser uma doença crônica, a obesidade tem por sua característica principal o excesso de gordura corporal, onde suas principais causas são a partir de alimentação e sedentarismo quando a pessoa não realiza a prática de exercícios físicos.

obesidade

Nos dias atuais, manter o corpo em forma não é tão visto como apenas um sinônimo de

beleza, mas sim de saúde. Afinal, excesso de peso, podem acarretar doenças crônicas, que vão desencadeando outras até o seu organismo chegar ao limite máximo.

Segundo estudo realizado em 2019, por pesquisadores brasileiros e publicado na revista científica Preventing Chronic Disease, dos Estados Unidos, pode-se considerar que, cerca de168 mil mortes por ano no Brasil são atreladas à obesidade. Ainda sobre a pesquisa, no Brasil, doenças cardiovasculares, diabetes, respiratórias representam 75% das causas de mortes na população.

Portanto, não é apenas um padrão imposto pela sociedade, mas sim, de manter-se saudável

para não fazer parte destas estatísticas que, muitas vezes, podem parecer chocantes para as pessoas.

Afinal, o que é a obesidade?

Conhecida por ser uma doença crônica, a obesidade tem por sua característica principal o excesso de gordura corporal, onde suas principais causas são a partir de alimentação e sedentarismo quando a pessoa não realiza a prática de exercícios físicos.

É claro que, além destes fatores, a genética também pode ser uma das causas da obesidade, onde a pessoa herda a disposição de genes para atribuir ao excesso de peso. O stress, por exemplo, também pode ser um fator que contribui para uma compulsão pela comida, onde o indivíduo alimenta –se sem ter, exatamente, fome.

É possível diagnosticar a obesidade, sim!

O diagnóstico da obesidade pode ser feito através do Índice de Massa Corpórea – conhecido como IMC. Quando superior a 30, o indivíduo é considerado obeso. Portanto, quanto maior o índice, as chances de desenvolverem doenças correlacionadas são grandes.

Confira abaixo os índices de cada categoria:

  • Abaixo do peso: IMC abaixo de 18,5 ;
  • Peso normal: IMC entre 18,5 e 24,9 ;
  • Sobrepeso: IMC entre 25 e 29,9 ;
  • Obesidade Grau I: IMC entre 30 e 34,9 ;
  • Obesidade Grau II: IMC entre 35 e 39,9 ;
  • Obesidade Grau III: IMC acima de 40.

Além deste modelo de diagnóstico, também é possível verificar o sobrepeso através de métodos como: medição de circunferência abdominal e cálculo da porcentagem de gordura que, vinculadas ao IMC, também podem diagnosticar a obesidade.

Quais são as formas de tratamento contra a obesidade?

Existem diversas formas para combater a obesidade como por exemplo: dietas alimentares, prática de exercícios físicos e cirurgias bariátricas – que diminui a área de absorção via gastrointestinal. Além destas maneiras, o uso de medicamentos para emagrecer também tem sido bastante utilizado pelas pessoas que visam a perda de peso, pois eles reduzem o apetite e, consequentemente, a compulsão alimentar.